31.5.14

Pensamentos: Vozes da Meia-Noite #5



A Fragilidade dos Humanos


O que mais me enche de raiva é a coragem dos humanos, coisa que tu tens demais.

Por isso irei continuar a despedaçar o teu belo corpo até que aprendas que ele não te pertence mais, nem mesmo a alma que se considerava tua o é mais.

Agora tens um novo dono e a única maneira de te fazer aceitar isso é domesticando essa tua alma tão irritante de tão persistente. Nunca conseguirás fugir de mim, agora és minha propriedade.

Não imaginas o quão prazeroso é destruir cada gota de esperança que existe nesse teu frágil coração puro. É simplesmente divinal.

No entanto o que mais sacia a minha sede é rasgar a tua pele e a tua carne. A tua dor e desespero faz com que cada parte do meu ser se encha de vida novamente. Sentir o sangue quente abandonar o teu corpo dá-me arrepios de prazer.

Não há nada que poças fazer, afinal não passas de uma reles humana de coração puro envolto em trevas. Trevas mais escuras e poderosas do que conseguiras alguma vez imaginar.

4 comentários:

  1. Omg tao lindo , deve ser o melhor cap msm :3 adorei a parte do ''arrepios de prazer'' sry mas vou roubar ;)

    ResponderEliminar
  2. Ainda bem que gostaste :)
    Estás à vontade para tirar o que quiseres :3

    ResponderEliminar